Acervo Ricardo Ramos

Memória de setembro

DEPOIMENTOS

 

“Essencialmente, o drama social é tão-somente um prolongamento do drama humano. Em confronto com o sociologismo que dominou o anterior período literário brasileiro, o avanço que Ricardo Ramos empreende é extraordinário.”

ADONIAS FILHO

 

“Prosa depurada, segura, e revelando verdadeira capacidade criadora ao esboçar uma cena, um tipo ou uma situação dramática.”

JOSÉ CONDÉ

 

“Contista preciso, sóbrio, quase seco, incapaz de um desperdício de palavras, adjetivos ou anotações supérfluas.”

OCTAVIO DE FARIA

 

“E através daquele homem que fazia redes e que, citando o contista, `buscava na tarefa diária uma perfeição que vinha de longe, seria palpável, luminosa, mas sempre difícil de encontrar’, refletem-se a seriedade, e mesmo a austeridade que tem sido o traço dominante de Ricardo Ramos e, de que este último livro é mais um testemunho.”

OSMAN LINS

Referências Bibliográficas

RAMOS, Ricardo. Memória de setembro. Rio de Janeiro: José Olympio, 1968. (romance)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Programa de Pós Graduação em Estudos Literários

Campus Universitário de Tangará da Serra

Rodovia MT 358 - Km 07. Caixa Postal 287

Jardim Aeroporto, CEP 78300-000